Foto do(a) Autor(a)

Qual é a Gíria

André Victor

quem canta seus males espanta

É um ditado popular que significa que quando uma pessoa canta ou se expressa por meio da música, ela é capaz de aliviar o estresse e a tristeza, afastando suas preocupações e problemas. A origem do ditado é incerta, mas acredita-se que a expressão tenha surgido a partir do hábito de muitas pessoas de cantar ou tocar instrumentos musicais para aliviar o cansaço e o estresse do trabalho. Além disso, a música sempre foi vista como uma forma de expressão artística que proporciona conforto e bem-estar para quem a pratica ou a escuta.

Já dizia o ditado, quem canta seus males espanta, por isso eu sempre solto a voz no chuveiro.



1
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

ficar mal na fita

A expressão é utilizada para se referir a pessoas que estão em uma situação desfavorável, que estão com má aparência, que estão mal vestidas ou que estão se saindo mal em uma determinada situação. A expressão é comumente utilizada de forma informal, em contextos cotidianos. Não há uma origem certa para a expressão, mas existem algumas teorias. Uma delas é que a expressão teria surgido no teatro, em que o cenário era chamado de "fita", e os atores que não se destacavam e não chamavam a atenção do público eram considerados "mal na fita". Outra teoria é que a expressão teria surgido no mundo da moda, em que as fitas eram utilizadas para enfeitar roupas e acessórios, e as pessoas que usavam essas fitas de forma inadequada ou sem harmonia eram consideradas "mal na fita".

O babaca mentiu pro juiz e agora tá pagando o preço, ficou mal na fita e não tem mais moral com ninguém.



1
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

ficar bem na fita

A expressão é utilizada para se referir a pessoas que estão em uma situação favorável, que estão com boa aparência, que estão bem vestidas ou que estão se saindo bem em uma determinada situação. A expressão é comumente utilizada de forma informal, em contextos cotidianos. A origem da expressão é incerta, mas existem algumas teorias. Uma delas é que a expressão teria surgido no teatro, em que o cenário era chamado de "fita", e os atores que se destacavam e chamavam a atenção do público eram considerados "bem na fita". Outra teoria é que a expressão teria surgido no mundo da moda, em que as fitas eram utilizadas para enfeitar roupas e acessórios, e as pessoas que usavam essas fitas de forma elegante e harmoniosa eram consideradas "bem na fita".

O cara se deu bem com a mina depois de preparar um jantar top, meu chapa. Ficou bem na fita com ela!



1
1
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

ser pé atrás

A expressão é utilizada para se referir a pessoas que são desconfiadas e têm receio de confiar facilmente nas coisas novas. A expressão é comumente utilizada de forma informal, em contextos cotidianos. A origem da expressão remonta à época em que as estradas eram mal conservadas e perigosas. Naquela época, as pessoas costumavam caminhar com cuidado, observando cada passo e sempre com o pé atrás, para evitar a queda ou o acidente. Com o tempo, a expressão passou a ser utilizada de forma figurada, para se referir a pessoas que são cautelosas e desconfiadas, que preferem agir com prudência antes de se arriscar.

Essa mina é pé atrás com as tecnologias novas, mano. Ela prefere as coisas mais antigas e confiáveis.



1
1
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

ser do tempo da outra senhora

A expressão é utilizada para se referir a uma pessoa muito antiga, que viveu em uma época muito distante ou que tem ideias muito antigas e ultrapassadas. A expressão é comumente utilizada de forma informal, em contextos cotidianos. A origem da expressão remonta ao século XIX, na época do Império no Brasil. Naquela época, as pessoas costumavam se referir à rainha D. Maria I, mãe de D. João VI, como "outra senhora", em referência à sua idade avançada e à sua longa permanência no trono. Assim, a expressão "ser do tempo da outra senhora" passou a ser utilizada para se referir a pessoas muito antigas ou que viveram em uma época muito distante, em alusão à rainha D. Maria I.

No tempo da outra senhora, não tinha essa de internet ou celular, irmão. Era tudo na base do esforço e da coragem!



1
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

ter uma faca nos dentes

A expressão é utilizada para se referir a uma pessoa que está pronta para enfrentar um desafio ou situação difícil, com determinação e coragem. A expressão é comumente utilizada de forma informal, em contextos cotidianos. A origem da expressão é incerta, mas acredita-se que esteja relacionada à prática de montaria, especialmente em cavalos de corrida. Os cavalos mais novos e agitados, que ainda estão se adaptando à corrida, costumam morder a embocadura da rédea com força, demonstrando determinação e vontade de correr. Essa atitude é interpretada como ter uma "faca nos dentes", uma vez que o animal parece estar pronto para enfrentar o desafio da corrida com coragem e determinação.

Vamo que vamo, galera! A gente vai entrar em campo com raça e ter uma faca nos dentes pra deixar o adversário no chinelo!



0
1
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

pedra no sapato

A expressão é utilizada para se referir a uma situação ou pessoa que causa incômodo ou desconforto constante, similar a uma pedra que fica dentro do sapato e machuca o pé ao caminhar. A expressão é comumente utilizada de forma informal, em contextos cotidianos. A origem da expressão remonta ao século XVIII, quando as pessoas utilizavam calçados de madeira, com solas grossas e pesadas, que protegiam os pés de sujeira e pedras. No entanto, quando uma pedra ou objeto estranho entrava dentro do sapato, o incômodo era grande e podia causar ferimentos e desconforto ao caminhar.

Cuidado pra não se tornar uma pedra no sapato desse camarada, senão você vai se arrepender amargamente.



2
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

ganhar o pão de cada dia

A expressão é utilizada para se referir a uma atividade ou trabalho que é necessário para garantir a subsistência e o sustento diário de uma pessoa ou família. A expressão é comumente utilizada em contextos religiosos, para se referir à oração do Pai Nosso, na qual é mencionado o pedido para que Deus conceda o "pão de cada dia" a seus filhos. A origem da expressão remonta à antiguidade, quando o pão era um alimento básico e essencial para a alimentação diária das pessoas. Na época, ganhar o próprio pão significava trabalhar para garantir a própria subsistência e sustento, muitas vezes por meio da atividade de fabricação e venda de pão.

Esse maluco tá se virando como motorista de Uber pra ganhar o pão de cada dia, mas o coração dele é de artista, tá sempre pensando em escrever!



1
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

peixe fora d'água

A expressão é utilizada para se referir a uma pessoa que se sente desconfortável ou deslocada em um determinado ambiente ou situação. A expressão é comumente utilizada em contextos informais, para descrever alguém que se sente fora de lugar ou que não se adapta facilmente a um novo ambiente. A origem da expressão remonta ao fato de que os peixes são animais que vivem em ambientes aquáticos, como rios, lagos e oceanos. Quando um peixe é retirado da água, ele se sente desorientado e vulnerável, pois não consegue respirar e se movimentar com a mesma facilidade que na água. A expressão "peixe fora d'água" faz referência a essa situação de desconforto e desorientação.

Carlos foi na casa do cabra pela primeira vez e se sentiu um peixe fora d'água lá, não sabia nem onde sentar!



0
1
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

rei do pedaço

A expressão é utilizada para se referir a uma pessoa que ocupa uma posição de liderança ou destaque em um determinado contexto, seja em termos profissionais, sociais ou pessoais. A expressão é comumente utilizada em contextos informais, para descrever alguém que é bem-sucedido e respeitado em seu meio. A origem da expressão é incerta, mas ela remonta ao uso da palavra "rei" para se referir a uma pessoa que possui poder, autoridade e influência sobre os demais. A expressão "rei do pedaço" faz referência a alguém que é considerado o líder ou o mais importante em um determinado local ou território, como se fosse o rei de um pequeno pedaço de território.

Esse muleque é o rei do pedaço na escola, todas as meninas tão querendo ficar com ele, rapaz!



1
1
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor
Cabeçalho - Top da Galera
Os Top da Galera
702 contribuições
381 contribuições
166 contribuições
52 contribuições
34 contribuições