Foto do(a) Autor(a)

Qual é a Gíria

André Victor

botar as barbas de molho

A expressão é usada para indicar que alguém deve se precaver ou se preparar para possíveis problemas ou dificuldades que podem surgir no futuro. A expressão sugere a ideia de que é preciso ter cautela e estar alerta para evitar situações desagradáveis ou perigosas. A origem da expressão não é clara, mas uma das teorias é que ela vem dos antigos barbeiros, que tinham o costume de amolecer as barbas dos clientes em uma bacia com água quente antes de fazer a barba. Nesse processo, os clientes tinham que esperar um pouco com as barbas de molho, o que sugere a ideia de que a pessoa deveria ter paciência e aguardar o momento certo para agir.

Ô meu amigo, eu te aconselho a botar as barbas de molho e ficar de olho nas atitudes da sua filha, porque pode rolar altas confusões.



91
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

lelé da cuca

A expressão é usada para se referir a alguém que está distraído, desatento ou que parece estar fora de si. A expressão sugere a ideia de que a pessoa está com a cabeça confusa, como se algo estivesse errado com sua mente. A origem da expressão não é clara, mas algumas teorias sugerem que a palavra "lelé" pode ser uma variação da palavra "léléu", que significa algo sem sentido ou confuso. Já a palavra "cuca" pode se referir à cabeça ou ao cérebro. Assim, a expressão "lelé da cuca" pode ter surgido como uma forma de descrever alguém que parece estar com a mente confusa ou sem sentido.

Ele é meio lelé da cuca com todo mundo, parece que vive no mundo da lua e não presta atenção nas coisas.



9
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

engolir sapos

A expressão é usada para descrever a atitude de alguém que suporta com paciência e resignação uma situação desagradável ou ofensiva, sem reagir ou se defender. A expressão sugere a ideia de que a pessoa está engolindo algo repugnante, mas que faz isso por não ter alternativa ou por achar que é melhor evitar um confronto. A origem da expressão não é clara, mas uma das teorias é que ela vem do hábito de algumas culturas antigas que acreditavam que engolir sapos vivos tinha propriedades medicinais. Com o tempo, a expressão passou a ser usada em sentido figurado, para indicar a atitude de alguém que engole algo desagradável sem reclamar.

Meu pai é um cara de paciência, ele engole muitos sapos em casa, suportando as críticas da minha mãe, mas ele sabe que é melhor evitar a confusão.



5
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

porto seguro

A expressão é usada para indicar um lugar ou situação em que alguém se sente seguro e protegido, livre de perigos ou problemas. A expressão sugere a ideia de um refúgio ou abrigo em que a pessoa se sente confortável e tranquila. A origem da expressão remonta aos tempos em que as viagens marítimas eram mais comuns e os portos eram os locais de chegada e partida dos navios. Um porto seguro era um local em que os navios podiam ancorar e se proteger de tempestades ou perigos do mar. Com o tempo, a expressão passou a ser usada em sentido figurado, para indicar um lugar ou situação em que alguém se sente protegido e seguro.

Depois de um dia de correria, chegar em casa é o meu porto seguro, onde eu posso botar as pernas pro ar e relaxar na moral.



3
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

beco sem saída

É uma expressão utilizada para descrever uma situação difícil, complicada ou sem solução aparente. Ela é usada para representar um impasse, um problema que não possui uma saída clara ou uma solução fácil de ser alcançada. O termo "beco sem saída" pode ser utilizado tanto em contextos literais, como quando estamos em um beco sem uma saída visível, quanto em contextos figurados, para se referir a uma situação complicada da qual é difícil escapar ou encontrar uma solução satisfatória.

A situação tá preta, Tyler e Ron tão num beco sem saída! Só a chegada de Chloe e Kyoto pode salvar esses dois agora.



3
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

fazer-se de difícil

Significa agir de forma a parecer inacessível, desinteressado ou pouco disponível para algo ou alguém. Geralmente, é utilizada para descrever uma pessoa que cria obstáculos, joga "joguinhos" ou faz charme para demonstrar desinteresse inicialmente, na tentativa de despertar maior interesse ou valorização por parte do outro.

Não venha com esse papo de fazer-se de difícil, que eu tô ligado que tu tá desejando é se lambuzar com a lasanha.



1
1
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

cheio de marra

É uma expressão popular brasileira que significa estar cheio de si, demonstrando arrogância, prepotência ou orgulho exagerado. É comum que a expressão seja usada para descrever alguém que se acha superior aos outros e que age de forma pretensiosa.

Esse cantor subiu no palco cheio de marra, se achando o próprio rei do baião. Mas a plateia não tava pra brincadeira e acabou vaiando o danado.



1
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

cheio de nove-horas

É uma expressão popular brasileira usada para descrever alguém que é muito cheio de si, arrogante, presunçoso ou que gosta de se exibir. A expressão sugere que a pessoa está sempre se olhando no espelho, como se estivesse admirando um ramalhete de nove-horas, uma flor bastante vistosa e atraente. A origem exata da expressão é incerta, mas é possível que tenha surgido a partir da aparência vistosa e chamativa da flor nove-horas, que é conhecida por suas cores vibrantes. A expressão é usada principalmente no Brasil e é bastante popular em algumas regiões do país.

Não aguento gente cheia de nove-horas que se acha melhor que os outros, se achando o rei da cocada preta. É muita arrogância pra pouco bolo!



1
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

fudum

É uma expressão popular brasileira que pode ser usada para descrever um mau cheiro ou odor forte e desagradável. Ela é utilizada principalmente no Nordeste do Brasil, mas é conhecida e usada em outras regiões do país.

O banheiro tá com um fudum tão forte que parece que a gente tá dentro de uma fossa. Precisamos limpar e desinfetar tudo antes que a coisa piore.



1
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

roda solta

A expressão é usada para descrever uma situação em que algo ou alguém está se movendo de forma descontrolada, sem restrições ou limites. A expressão sugere que a pessoa ou objeto está com muita liberdade de movimento, o que pode ser perigoso ou indesejável em certos contextos.

Ele deixou as crianças com a roda solta e elas quebraram um vaso na hora. Precisa ter mais cuidado, senão vai acabar com um prejuízo maior!



1
1
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor
Cabeçalho - Top da Galera
Os Top da Galera
702 contribuições
381 contribuições
166 contribuições
52 contribuições
34 contribuições