Foto do(a) Autor(a)

Qual é a Gíria

André Victor

cabra frouxo

É uma gíria que significa homem covarde, que não tem coragem, firmeza ou honra. Também pode ser usada para se referir a um homem que não tem personalidade, que se deixa levar pelos outros ou que não assume seus compromissos.

Ele é um cabra frouxo que não enfrenta os problemas de frente. Vive fugindo das responsabilidades e se escondendo atrás da mãe.



1
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

filhinho do papai

É uma gíria que significa um homem que é muito protegido, sustentado ou favorecido pelo pai, que nunca trabalhou e que gosta de esnobar e gastar o dinheiro da família. Também pode ser usado para se referir a um homem que não tem maturidade, responsabilidade ou iniciativa.

A origem dessa gíria está relacionada com a psicologia do desenvolvimento infantil, que afirma que os filhos precisam se desvincular da esfera paterna e caminhar em direção à esfera materna para amadurecer e conquistar seu próprio lugar no mundo. Quando o pai não autoriza ou dificulta esse processo, o filho fica preso na esfera paterna e se torna um filhinho do papai.

Ele é um filhinho do papai que não sabe fazer nada sozinho. O pai dele ainda paga as contas dele e compra tudo o que ele quer.



0
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

filhinho da mamãe

É uma gíria que significa um homem que é muito dependente, mimado ou protegido pela mãe. Também pode ser usado para se referir a um homem que não tem maturidade, responsabilidade ou iniciativa.

A origem dessa gíria está relacionada com a psicologia do desenvolvimento infantil, que afirma que os filhos precisam se desvincular da esfera materna e caminhar em direção à esfera paterna para amadurecer e conquistar seu próprio lugar no mundo. Quando a mãe não autoriza ou dificulta esse processo, o filho fica preso na esfera materna e se torna um filhinho da mamãe.

Ele é um filhinho da mamãe que não sabe fazer nada sozinho. A mãe dele ainda lava as roupas dele e faz a comida dele.



0
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

filhote de cruz credo

É uma gíria que significa pessoa muito feia ou muito esquisita. Também pode ser usada para se referir a alguém desconhecido de quem se queira fazer uma referência genérica e pejorativa.

Caramba amiga, você viu o namorado da Carol? Parece um filhote de cruz credo, ela é muito bonita pra namorar um cara tão feio.



0
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

pregar a peça

É uma expressão que significa enganar por brincadeira, dar um susto, lograr ou surpreender com inconveniências ou situações desafiantes, geralmente de um modo cômico ou inusitado.

A cantora pregou uma peça nos seus fãs pelo Twitter, fingindo que ia se aposentar.



0
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

bicho-do-mato

É uma gíria que significa pessoa excessivamente envergonhada, anti-social, que se esquiva do convívio social ou que prefere viver sozinho. Também pode ser usado para se referir a uma pessoa muito grosseira, rústica ou ignorante.

Não adianta convidar o João para a festa, ele é um bicho-do-mato que nunca sai de casa.



0
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

fazer ouvidos de mercador

Significa não dar importância ao que ouviu, não prestar atenção, ou fingir que não escutou algo de propósito; se fazer de surdo. A origem da expressão é incerta, mas pode estar relacionada aos comerciantes que não queriam ouvir as propostas ou reclamações dos clientes. Uma versão alternativa, fazer ouvidos de marcador, não tem registro histórico nem sentido lógico.

Eles fazem ouvidos de mercador quando alguém pede ajuda na rua.



0
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

ser feito de gato e sapato

Significa ser humilhado ou desrespeitado por alguém, que abusa da sua boa vontade ou paciência. A expressão vem da ideia de que alguém é tratado como um brinquedo ou um objeto sem valor. Ser feito de gato e sapato pode causar tristeza, revolta ou desânimo.

Ela era feita de gato e sapato pelo marido, que não lhe dava atenção nem carinho.



0
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

ficar chupando dedo

Significa ficar sem nada ou sem ninguém, enquanto os outros se divertem ou se beneficiam. A expressão vem da ideia de que alguém fica com vontade ou frustração de algo que não pode ter ou fazer. Ficar chupando dedo pode causar tristeza, inveja ou desânimo.

Ele ficou chupando dedo enquanto os amigos viajaram para a praia.



0
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor

ser trocado por outra

Significa perder o interesse ou a atenção de alguém para uma terceira pessoa, geralmente mais bonita ou interessante. A expressão vem da ideia de que alguém é substituível ou permutável por outro. Ser trocado por outra pode causar dor, mágoa e baixa autoestima.

Ele foi trocado por outra mais jovem e rica.



0
0
por: Foto do(a) Autor(a) André Victor
Cabeçalho - Top da Galera
Os Top da Galera
702 contribuições
381 contribuições
166 contribuições
52 contribuições
34 contribuições